O Sítio Cercado pode ganhar um calçadão na Rua Contenda ano que vem. O projeto, sonho antigo da associação comercial do bairro, está pronto e já nas mãos de técnicos do Ippuc. A implantação dependerá agora dos vereadores e do prefeito eleito Gustavo Fruet (PDT), que serão empossados no dia 1.º de janeiro. “Não conversamos pessoalmente com o Gustavo Fruet, mas fizemos uma entrevista com ele para nossa revista e ele confirmou estar a par do projeto e sinalizou que vai implantar desde que tudo esteja correto”, conta Carlos Mori, secretário executivo da Associação de Comércio e Serviços da Região Sul de Curitiba (Comsersul).

O calçadão da Rua Contenda terá 70 metros de extensão e ficará entre as duas das principais vias do bairro, a Isaac Ferreira da Cruz e a Pioneiros. Um dos principais objetivos é criar um espaço cultural para os moradores. Com o calçadão, o bairro poderá ganhar uma feira noturna. Aos sábados a rua já é bloqueada para a realização da feira de artesanato. “Não temos espaço para fazer nada aqui, nem mesmo uma exposição, uma tarde de atividades para as crianças, coisas assim. Será um ganho muito grande a longo prazo”, avalia Carlos.

O calçadão põe fim a outro problema, que é ocupar a calçada de parte da Isaac Ferreira da Cruz para atividade dos lojistas. Hoje, para seus eventos, os comerciantes utilizam a calçada em frente à Casa China, complicando a passagem dos pedestres. “Com todo este tráfego aqui na frente não tem como fazer nada. E tudo que for para melhorar é bom. Mas o melhor seria se o calçadão fosse na própria Isaac”, comenta o gerente da Casa China, Carlos Yono, que tem cedido parte da calçada para os colegas da região.

E a ideia do gerente não é novidade. A primeira tentativa da associação comercial foi transformar um trecho da Isaac Ferreira da Cruz em calçadão, mas o projeto foi vetado pela necessidade de algumas desapropriações na região. E se o calçadão na principal via está vetado, os moradores e comerciantes ainda não desistiram de conseguir um binário no bairro. O projeto inicial é fazer com que a Isaac tenha mão única no sentido centro-bairro e a Rua Marte, também com mão única, mas no sentido contrário.

“Estas duas ruas têm ainda a facilidade de serem ligações diretas com as rápidas do Pinheirinho, tanto a que vem quanto a que vai no sentido centro”, destaca Carlos.

Marco André Lima
Carlos: será um ganho muito grande a longo prazo.