enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Sites permitem conteúdos gratuitos para concurseiros

Os mais acessados são o “Só Matemática”, “Só Português” e “Só Biologia”

  • Por Pedro Menck

Pessoas interessadas em concursos públicos podem aproveitar uma ferramenta interessante e de fácil acesso. Diversos sites na internet disponibilizam material e conteúdo grátis para quem quer estudar e tirar dúvidas dos mais variados temas. Em alguns deles é possível também realizar simulados e responder questões já presentes em concursos anteriores. Existe também venda de material exclusivo.

Um exemplo é o site “Só Matemática”, em que o estudante pode acessar gratuitamente o material após realizar um cadastro. É possível também praticar o que aprendeu com provas e testes online. Questões que aparecem com frequência em outros concursos são disponibilizadas. Juliano Neederauer é o criador do site e explica como teve a ideia. “Eu comecei em 1998 na época da faculdade. Tinha um bom conhecimento em matemática e criei o site. Em 2004 abri uma empresa e depois não parei mais”. Atualmente, ele tem mais de 15 sites de diversos assuntos. Os mais acessados são o “Só Matemática”, “Só Português” e “Só Biologia”.

Ganhos

Com sede em Porto Alegre, Juliano admite que criou a página apenas para praticar os conhecimentos e depois se deu conta que o negócio poderia crescer. “Hoje temos mais de 20 milhões de acessos por mês”. Além de todo conteúdo disponível, o autor explica que o site é rentável através das vendas que realiza. “Comercializamos videoaulas, jogos temáticos e CDs com conteúdo exclusivo”. Uma das ideias a curto prazo é unificar o cadastro, ou seja, com uma única senha o estudante pode acessar todos os sites da empresa. Hoje o cadastro é dividido por matéria. Juliano explica como funciona a manutenção: “tenho uma equipe fixa para cuidar do site. Para gerar conteúdo, contratamos terceirizados. São profissionais, professores e formados nas áreas”.

Outro caso que deu certo é de Julio Battisti. Ele é o criador de um site que leva seu nome e oferece material de diversos temas, como informática e matemática. Com sede em Santa Cruz do Sul (RS), Julio explica que trabalha com uma espécie de troca. “Quem escreve para o site pode divulgar links e banners para seus sites pessoais”. São mais de 75 mil páginas gratuitas, mas ele também trabalha com venda de livros, e-books, videoaulas e cursos. Ele explica como funciona o cadastro: “eu troco a senha a cada duas semanas aproximadamente e envio por e-mail. O pessoal que cadastra o e-mail aceita receber as senhas e as propagandas”.

Formado em Engenharia Elétrica, Battisti começou com a página no ano 2000 para divulgar seu primeiro livro. Ele afirma que diariamente alcança a marca de 15 mil a 20 mil visitantes, mas não tem um estudo geográfico para saber de onde são os interessados. Todo o conteúdo está no mesmo espaço, porém para o começo do próximo ano, a ideia é segmentar por assunto e dividir em vários sites.


Grandes possibilidades

Para a coordenadora de integração e políticas de educação a distância da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Marineli Méier, a diferença não está no aluno frequentar uma sala de aula ou estudar pela web e sim na dedicação do estudante. “Pesquisas apontam que se você apenas ouvir, absorve muito menos do que ler e interpretar. Ouvir não garante aprendizagem, o que garante é estudar, ler bastante”. Marineli concorda que a internet hoje disponibiliza muito material e de qualidade. “Hoje as possibilidades que a web oferece são grandes. Estão disponíveis cursos inteiros, aulas e palestras de locais de renome como USP e fe,derais. Em inglês, existem palestras de professores muito conceituados”.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas