A paralisação feita ontem por aproximadamente 600 servidores municipais de Campo Mourão, na região noroeste do Paraná, trouxe melhorias à categoria. Após permanecerem de braços cruzados ao longo do dia, eles conseguiram aumento salarial e a garantia de negociação com a prefeitura. Ao todo, Campo Mourão tem 1,7 mil servidores.

A principal reivindicação dos servidores era 34,50% de reajuste salarial, mas ontem eles fecharam acordo para receber 5%. “Esse seria o ideal para nós, mas sabemos e temos plena consciência de que não existe a possibilidade de recebermos todo esse índice. Nossa condição era 5,5% e a prefeitura nos oferecia 4,2%, mas optamos por fechar em 5%”, conta a presidente do Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos de Campo Mourão (Sindiscam), Zulméia Aparecida da Silva.

Além da questão salarial, os servidores pediam que as condições de trabalho também fossem melhoradas. “Temos vários locais em que faltam funcionários e até mesmo materiais de trabalho. No que diz respeito às condições de trabalho, conseguimos a garantia da presença de um psicólogo e de um assistente social, que trabalhará juntamente com o técnico de segurança do trabalho em benefício do servidor”, afirma Silva.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a prefeitura de Campo Mourão confirmou que vai dar 5% de aumento aos seus servidores. A administração disse ainda que irá trabalhar para atender as outras reivindicações da categoria, bem como reformular o quadro de funcionários. O dia de trabalho não será descontado dos servidores.