Os servidores estaduais da saúde começam o dia mobilizados na Praça 19 de Dezembro, às 8h30, e de lá seguirão em passeata para o Palácio Iguaçu para pressionar o governo a revisar o reajuste salarial anunciado, de 5,1%. O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Pública do Estado do Paraná (SindiSaúde-PR) reivindica o alinhamento do índice ao percentual aprovado para o aumento do mínimo regional, de 10,32%. Segundo a coordenadora do SindiSaúde-PR, Eloísa Helena de Souza, o atual índice reforça o sucateamento da saúde no Paraná. Pelos cálculos da entidade para corrigir as perdas salariais, o reajuste deveria ser de 30%.

Sobre aos assuntos relativos ao plano de carreira, ontem a Comissão Interinstitucional de Recursos Humanos se reuniu de novo. Segundo o coordenador do Grupo Setorial de RH da Secretaria da Saúde, Romildo Sbrissia, o texto final, que deverá ser apresentado à Sesa e outras secretarias envolvidas neste acordo até dia 30 de junho, deve ser finalizado na próxima reunião no dia 19.