A Secretaria Municipal da Saúde realizou 155 atendimentos no Posto Médico Avançado da Arena durante os quatro dias de jogos da Copa do Mundo realizados em Curitiba. Foram 133 casos clínicos, 22 traumas e oito remoções, mas nenhum caso de gravidade.

“Na maioria foram torcedores que exageraram no consumo de álcool ou que sentiram algum mal estar. Já os traumas registrados foram pequenas torções”, explica Juliane Oliveira, diretora do Departamento da Secretaria Municipal.

Nos 15 dias de evento da FIFA Fan Fest realizados até agora na Pedreira Paulo Leminski, 179 atendimentos foram realizados no Posto Médico Avançado. Assim como na Arena, o número de casos clínicos superou o de traumas. Foram 154 casos clínicos, entre eles o consumo excessivo de bebida alcoólica, cefaleias e quedas de pressão. Já os 25 traumas atendidos foram de pequenas torções e quedas. No total foram realizadas cinco remoções para Unidades de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas.

A Secretaria Municipal também levou à Fan Fest, em parceria com o Ministério da Saúde e o Programa Conjunto nas Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids), o trailer da Campanha Proteja o Gol com o objetivo de realizar ações de prevenção e a testagem para o diagnóstico precoce da Aids. Foram realizados 161 testes rápidos, com três resultados positivos no local.

A equipe de secretaria já orientou as três pessoas que tiveram a presença do vírus HIV confirmado e pegaram todos os dados para acompanhar todo o tratamento.