A concessionária Rodonorte terá de manter o índice de segurança das rodovias que administra em padrão bom ou ótimo, conforme decisão da Justiça, durante todo o período de concessão (24 anos).

A determinação foi expedida em audiência de conciliação, realizada na 2.ª Vara Federal de Ponta Grossa, entre a concessionária e o Ministério Público Federal -que havia proposto ação civil pública exigindo da Rodonorte que o Índice de Gravidade Global (IGG) ficasse permanentemente igual ou menor a 40 (acima disso, o estado da pista é considerado regular).

O índice permite classificar o estado do pavimento. Segundo a Justiça, durante o trâmite da ação, a concessionária executou obras de infraestrutura e de melhoria da estrada, atingindo no mês de maio deste ano IGG abaixo de 40 em toda a extensão do trecho de sua concessão. Caso este patamar não seja mantido, a Rodonorte poderá arcar com multa diária entre R$ 10 mil e R$ 150 mil.