enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Retrospectiva 2013

Relembre as notícias que marcaram o mês de junho

Um crime dentro de motel e a morte da jovem Tayná chamaram atenção

  • Por Jonatan Silva

Seria cômico, se não fosse trágico. José Carlos dos Santos, 42 anos, que havia passado horas organizando o enterro da sogra, morreu em um acidente na BR-376, sentido Santa Catarina. Dois quilômetros antes do cemitério, João perdeu o controle do veículo e passou o anteparo da pista, colidindo com um carro que vinha na pista contrária.

A família de José voltava do sepultamento quando se deparou com o acidente. Os filhos dele não acreditaram quando viram o corpo do pai estendido no meio da pista. O acidente causou um congestionamento de cinco quilômetros.

A última sacanagem

Luiz Guilherme Laynes Leining, 33 anos, estava em um motel quando foi surpreendido pelo seu assassino. Ele estava com uma mulher e outro homem, que entrou escondido no porta-malas. Os funcionários do local chegaram até o corpo depois que encontraram a moça chorando na garagem da suíte. Quando se aproximaram, perceberam a tragédia: era sangue para todo lado.

Segundo a mulher, o homem identificado como Johnny teria sido o responsável pelo assassinato. O corpo de Luiz Guilherme tinha mais de 30 golpes de canivete. Os dois teriam brigado no quarto e quando o clima esquentou, o algoz mandou que a moça deixasse o quarto. Para sair do motel, Johnny usou o carro do morto e estourou o portão do local.

Aliocha Maurício
Muro no bairro Batel ficou cravejado de balas.

Deus não segurou

Depois de brigar com um pastor evangélico, um policial perdeu a paciência e deu vários tiros em um muro, no bairro Batel. Ninguém soube dizer o porquê da discussão, mas o soldado deixou a igreja e começou a disparar contra o muro. Ele foi preso em flagrante por disparo de arma de fogo.

Os assassinos da empresária Clemans Abujamra, morta em abril, foram finalmente capturados pela polícia. Jonathan Juliano Veiga do Prado, 33 anos, e Sérgio Evaldo Leonel, 40 anos, o “Serginho Correria”, já tinham passagens na polícia por roubo e tráfico de drogas, e, quando foram abordados, afirmaram que não tinham matado ninguém.

Gatonet

Em junho, o Paraná Online fez uma reportagem especial sobre a existência na Grande Curitiba de ligações clandestinas de TVs a cabo. A Associação Brasileira de TVs por Assinatura (ABTA) aponta que mais de um milhão de clientes usam o dispositivo ilegal no País, que tem cerca de 17 milhões de assinantes de operadoras.

Até que a cadeia os separe

O Corsa parado pela polícia na BR-277 – e conduzido por um casal acima de qualquer suspeita – revelaria, na verdade, um carregamento de drogas. O veículo foi parado em uma barreira das polícias federal e militar, que realizavam uma força-tarefa no local. Com a dupla foram apreendidos dois quilos de crack e 500 gramas de cocaína.

O dono de uma revenda de carros no Sítio Cercado fugiu com pelo menos sete veículos deixados na loja. Uma das vítimas do golpe deixou o carro para ser vendido porquê não tinha condições de continuar pagando o financiamento do automóvel.

Barbárie sem medida

A família de um menino de 12 anos, vítima de abuso sexual por parte de adolescentes, começaram a ser ameaçados de morte e perseguidos por familiares dos estupradores. Como resultado, o garoto, seus quatro irmãos, além do pai e da mãe, tiveram de ser levados para abrigos do Estado.

Outro caso chocou o Paraná: a polícia prendeu um homem suspeito de abusar de uma criança de apenas dois anos. A vítima do marginal é filha de um casal de amigos.

&Aacut,e;tila Alberti
Lázara, 70 anos, tem que ir até o presídio para saber quando pode visitar o filho.

Mudos

Os telefones da Penitenciária Central do Estado (PEC) ficaram mudos. O problema, que se arrastava há três meses, trazia muitos transtornos para os familiares de detentos. Para obter qualquer informação, era preciso ir até o local, ou seja, para quem não mora nos municípios da Grande Curitiba, a situação se tornou um verdadeiro pesadelo.

Marca histórica

O meio-campista Alex, ídolo do Coritiba, fez um balanço importante dos 400 gols marcados em sua carreira. O gol tem que ter uma valia. Claro que 400 é uma marca importantíssima e que me deixa bastante satisfeito, mas seria hipocrisia dizer que os 400 tiveram a mesma validade. Tem gols que realmente a gente valoriza muito e esse tem um valor muito grande. Precisávamos dele pra alcançar nosso objetivo, que era terminar a rodada na liderança”, disse ele ao Paraná Online.

Allan Costa Pinto
Prostitutas e travestis fazem ponto nas proximidades de colégios e de batalhão da PM no Boqueirão.

Boqueirão da luz vermelha

Nem bem havia feito um ano que o Paraná Online denunciou a prostituição a céu aberto no Boqueirão, região sul de Curitiba, a reportagem voltou às ruas do bairro para averiguar a situação. A conclusão foi a pior possível: não só o problema não havia sido resolvido, como também havia aumentado.

“Saio na rua só quando preciso. Não dá mais. Quando a gente sai, dá de cara com os travestis com roupas minúsculas e mostrando tudo pra quem passa de carro. Meu filho só sai comigo e quando precisa. Não quero que ele veja essa situação”, explica uma dona de casa que não quis ser identificada.

Socorristas do crack

Dois socorristas do Samu foram presos por transportar crack na ambulância. Carlos Alberto de Lima, 46 anos, e Hélio Neris da Silva, 45 anos, que cruzaram o Estado carregando o entorpecente dentro de uma sacola, transportavam uma criança no momento em que foram abordados pela polícia.

Cadeia por abandono

O Paraná Online trouxe uma reportagem especial em junho e que serviu de alerta para muitos desavisados: abandonar idoso é crime, podendo dar de dois meses a dois anos de prisão. O Paraná, que possui um serviço de denúncia contra maus tratos e violência contra as pessoas da terceira idade, registrou, somente em 2012, mais de 3,5 mil denúncias.

A maior parte das denúncias dava conta de alguma violência ou negligência no cuidado com os idosos. Outro motivo frequente de denúncia é a apropriação indevida, por parte dos filhos e de outros parentes, de cartões de benefícios dos idosos.

Com a corda no pescoço

Curitiba não é só a capital ecológica: é também uma das cidades com o maior número de endividados do país. Uma pesquisa da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio-PR), revelou que 84% das famílias possuem dívidas e a maioria paga juros altíssimos, já que as contas são relativas ao crédito.

Marco Charneski
Material apreendido na casa do falso policial. Confira no vídeo os detalhes da prisão.

Pagando de policial

José Carlos dos Santos, 24 anos, foi preso com tantos objetos com a insígnia da Polícia Civil, que talvez nem um verdadeiro policial os tenha. Ele é acusado de extorquir comerciantes na região do Fazendinha, fazendo-se passar por investigador da Delegacia de Furtos, e Roubos de Veículos, onde já esteve preso.

Contra todos e contra ninguém

O inconformismo da sociedade brasileira tomou conta das ruas de todo o país, em junho. Obviamente, Curitiba não ficou de fora. Puxados pelas manifestações em São Paulo e no Rio de Janeiro, 10 mil curitibanos foram para as ruas protestar, principalmente, contra o aumento da passagem de ônibus e a PEC-37.

As primeiras passeatas foram pacíficas, porém, logo se transformaram em uma verdadeira guerra: estações-tubo foram quebradas, vidraças das sedes do governo estadual e municipal foram estilhaçadas e até o Palácio das Araucárias tentou ser invadido pelos manifestantes – contidos pela Tropa de Choque.

Como resultado, as lideranças dos manifestantes foram recebidas pelo prefeito Gustavo Fruet, que concordou em deixar o valor da passagem em R$ 2,70, caso houvesse subsídio do governador Beto Richa – que havia anunciando o fim da ajuda à administração de Curitiba.

Aliocha Maurício
A Prefeitura de Curitiba estima existência de até 170 mil usuários de drogas.

Número assustador

Um levantamento demonstrou que 10% da população de Curitiba é dependente de drogas. O índice, que é considerado alarmante pelas autoridades, pode ser ainda maior. Ainda assim, os envolvidos em campanhas contra o uso de entorpecentes veem o futuro com mais esperança e acreditam na reabilitação de muitos dos usuários.

Carona maldita

Cristiano Alessandro de Freitas, 25 anos, havia conhecido uma moça de 19 anos em uma balada de Pinhais e acabou por agredí-la e violentá-la na frente de duas amigas da vítima, que é filha de um cabo da PM. Ele disse que daria uma carona as três até em casa, mas acabou levando elas até um matagal.

“Estava bêbado, assim como todos, mas isso não justifica o crime. Disse que havia gastado bastante dinheiro com elas e que alguma teria de ficar comigo. Como não quiseram, peguei essa garota e as outras ficaram do lado de fora do carro”, confessou Cristiano.

Síndrome de Wando

Duas mil peças de lingerie foram roubadas, na noite de segunda-feira (24), de uma fábrica, que funciona numa residência, em Pinhais. Logo depois do crime, os três suspeitos foram presos por um policial à paisana. A mercadoria, avaliada em R$ 23 mil, foi recuperada.

Aliocha Maurício
Polícia leva os principais suspeitos do crime até o mato onde Tayná teria sido violentada e morta. Naquele dia, o corpo da menina não foi localizado.

Twin Peaks paranaense

O corpo da adolescente Tayná Adriane da Silva, 14 anos, foi encontrado em um poço no final de junho. Naquele momento, quatro funcionários de um circo que estava nas redondezas foram apontados como os suspeitos de terem cometido o crime.

“Ela foi jogada dentro do poço, devidamente vestida. Se houve abuso sexual, eles a vestiram antes de se livrar do corpo. A bolsa dela foi encontrada a cerca de 200 metros do local. Dos vários pertences que a família afirma que ela carregava, foi encontrada somente a carteira de trabalho”, disse a perita criminal Jussara Joeckel.

Semanas depois, o caso sofreria uma reviravolta que culminaria na prisão de policiais e do delegado de Alto Maracanã, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas