A Polícia Militar vai reforçar o patrulhamento, neste fim de semana, em mais uma rodada dos jogos pelo Campeonato Paranaense de Futebol. No sábado (12), jogam Atlético e Toledo, e no domingo (13), Paraná e Coritiba. As ações foram acertadas em reunião nesta quinta-feira (10), entre os comandantes do policiamento no dia, Federação Paranaense de Futebol e líderes das torcidas organizadas dos três times da capital.

Na reunião, foram apresentadas medidas de segurança para os jogos do fim de semana e para os futuros jogos. Para evitar tumultos, a polícia vai intensificar o patrulhamento nos principais eixos de trânsito e terminais, mas alerta que é indispensável o bom senso e colaboração dos torcedores. A operação terá início duas horas antes dos jogos para evitar possíveis confrontos entre torcedores.

Cuidados

O capitão Valdir Carvalho de Souza, do setor de planejamento e Operações do Comando do Policiamento da Capital (CPC), alertou a torcida para alguns cuidados. ?A orientação para os torcedores é que não levem rádios médios e grandes, fogos de artifícios e sinalizadores?, disse ele. ?Objetos pontiagudos, como paus de bandeira, bambus e canos de PVC também devem ser evitados?, disse.

Os dois jogos ocorrerão no mesmo horário, às 15h50. De acordo com a polícia, o importante é que o deslocamento para o estádio seja com antecedência de até uma hora, de preferência sem a camisa ou uniformes dos clubes, para evitar o confronto entre as torcidas no trajeto. ?Será feito policiamento ostensivo para evitar atitudes que possam gerar acidentes, crimes e contravenções penais?, afirmou Carvalho.

A Polícia Militar vai agir em parceria com a Guarda Municipal, que realizará o policiamento fixo nos principais terminais de ônibus e nas estações-tubo. ?Com esta parceria vamos evitar as depredações ao patrimônio público e também coibir qualquer ação que venha colocar em risco a integridade física do cidadão?, informou o capitão. 

A polícia pede para que os líderes de torcidas oriente suas torcidas para que haja compreensão e diminua a violência entre torcedores.