enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Olho vivo

Radares vão controlar fluxo de caminhões na Linha Verde

Os condutores poderão ser autuados por infrações de categoria média

  • Por Redação

A Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) começa na segunda-feira a fiscalização por radares da circulação de caminhões na Linha Verde (BR-476). Após um período de testes, foram ativadas funções já existentes nos equipamentos, para verificar se os caminhões estão trafegando no horário permitido e na faixa determinada pela regulamentação.

Segundo portaria da Polícia Rodoviária Federal, em dias úteis veículos com capacidade de carga acima de sete toneladas ou com comprimento maior que sete metros não podem circular pela Linha Verde das 7h às 10 horas e das 17h às 20 horas, no trecho compreendido entre o Km 120,7 e o Km 142,8.

No sentido Sul-Norte, o trecho de restrição vai da Rua Nicola Pelanda, no Pinheirinho, até a Estrada da Graciosa; no sentido Norte-Sul, da Estrada da Ribeira até a Rua João Chede, também no Pinheirinho. Nesses horários, esse tipo de veículo deve utilizar os contornos norte, sul e leste da cidade. Nos finais de semana, não há restrição.

Em qualquer horário, os caminhões, assim como ônibus e veículos de grande porte, devem trafegar apenas pela faixa da direita. Nos trechos de três faixas, é permitido o tráfego pela faixa central para ultrapassagens.

Os condutores poderão ser autuados por infrações de categoria média e a multa prevista em ambos os casos é de R$ 85,13.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

2 Comentários em "Radares vão controlar fluxo de caminhões na Linha Verde"


geovane mirol
geovane mirol
5 anos 6 meses atrás

Só multando esses caminhoneiros para eles aprenderem a respeitarem veiculos menores.

TAKOVÉIO mvn
TAKOVÉIO mvn
5 anos 6 meses atrás

Essa linha verde, é uma tragédia mal administrada, nem precisa ter horário restrito, congestionamento direto por obras mal feitas e câmaras para multar, é vergonhoso, ruim de viver em um local que os políticos faliram a cidade.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas