Quem vem de São José dos Pinhais pela Avenida das Torres vai encontrar, em dois pontos, radares instalados de maneira irregular atrás dos semáforos. O empresário Ewerton Silvério, que trabalha em frente a um dos equipamentos (próximo ao viaduto da Curva do Tomate), desconfia: “Eles instalaram faz pouco mais de uma semana e parece que é fiscalização para gerar multa.” Mesmo assim, o empresário concorda que não tem lógica a instalação dos novos radares exatamente do lado de outro antigo, com o brasão da prefeitura. O outro equipamento irregular está instalado alguns quilômetros depois, em frente ao Supermercado Walmart.

A assessoria de imprensa da prefeitura informa que esses equipamentos não foram colocados pelo município e a empresa que instalou – cujo nome não foi revelado – já foi notificada. “Teria que ter placa avisando que é equipamento de teste”, informam.

Legislação

Apesar da resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), em vigor desde dezembro de 2011, e extingue a obrigatoriedade da sinalização de radares nas ruas e estradas do País, os equipamentos têm normas de sinalização próprias. Segundo a assessoria de imprensa, o equipamento tem que ficar visível ao usuário. Além do poste com a base pintada de verde, os equipamentos têm o brasão do município. Há também pintura indicativa no chão alguns metros antes e, ao longo da via, placas alertando o monitoramento por radares.