Foto: Ciciro Back/O Estado

Comportas das barragens foram fechadas após a chuva.

A Sanepar antecipou a avaliação do rodízio do racionamento que seria divulgada amanhã e ontem anunciou que, em vez de tornar o corte de fornecimento mais severo, vai aliviá-lo. Apesar de o nível das barragens não ter aumentado com o volume de chuva que atingiu Curitiba e Região Metropolitana no sábado, os 28 milímetros de precipitação serviram para reabastecer a bacia incremental. Desta forma, as comportas das barragens foram fechadas e a população de Curitiba e região passou a ser abastecida com a água proveniente da bacia.

Em função do volume de chuva acumulado, por ora, os grupos 1, 2 e 3 do rodízio não fazem mais parte do racionamento. O benefício se estende a 640 mil pessoas que há duas semanas vinham sofrendo com o corte no abastecimento. Porém, a Sanepar não descarta voltar aos moldes iniciais do rodízio, caso a população não continue economizando. Porque pela previsão do Instituto Tecnológico Simepar, chuvas significativas só devem acontecer em meados do próximo mês.

No grupo 1, que tinha o corte no abastecimento na sexta-feira, estão integralmente o bairro Rebouças e parcialmente Abranches, Água Verde, Alto da XV, Batel, Bigorrilho, Bom Retiro, Campina do Siqueira, Centro, Cristo Rei, Hugo Lange, Jardim Botânico, Juvevê, Mercês, Parolin, Pilarzinho, Prado Velho, São Lourenço, Seminário e Vista Alegre.

O grupo 2, do sábado, atinge integralmente o bairro Alto da Glória e parcialmente Alto da XV, Bacacheri, Cajuru, Cabral, Capão da Imbuia, Centro, Cristo Rei, Guabirotuba, Hugo Lange, Jardim das Américas, Jardim Botânico, Jardim Social, Juvevê, Prado Velho, Tarumã e Uberaba.

Por fim, voltam a ter abastecimento normal os bairro inclusos no grupo 3, cujo corte vinha acontecendo na segunda-feira. Fazem parte dele de modo integral São Francisco e parcialmente Abranches, Água Verde, Ahu, Alto Boqueirão, Batel, Bigorrilho, Bom Retiro, Boqueirão, Campina do Siqueira, Centro, Centro Cívico, Fanny, Guabirotuba, Guaíra, Hauer, Jardim das Américas, Mercês, Parolin, Pilarzinho, Prado Velho, São Lourenço, Seminário, Uberaba, Vila Isabel e Vista Alegre.

Lembrando que os consumidores que ainda não sabem a qual grupo pertencem, podem acessar o site www.sanepar.com.br, de posse do número da matrícula na Sanepar, ou ainda ligar para o número 115, do atendimento ao consumidor.