A Prefeitura de Curitiba retira diariamente perto de três toneladas de lixo dos rios da cidade. É um trabalho que envolve as secretarias do Meio Ambiente e de Obras Públicas. O volume inclui pedaços de plástico, madeira e isopor, sofás e outros tipos de móveis e resíduos descartados irregularmente pela população.

A bordo de pequenos barcos, equipes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente percorrem diariamente rios de todas as bacias hidrográficas que abrangem o município. Além disso, a Prefeitura realiza regularmente mutirões de limpeza nas nove administrações regionais da cidade.

Recentemente, foi realizada a limpeza de aproximadamente 950 metros do canal de drenagem que fica paralelo à linha férrea no Boqueirão, entre a Rua das Carmelitas e Rua Laurindo A. de Brito. O trabalho envolveu o desassoreamento do canal, limpeza de margens e retirada de entulhos, além de um trabalho de conscientização junto à comunidade, com ajuda dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil.

Outro mutirão realizado este ano na região resultou na retirada de cinco caminhões de entulhos, com a limpeza de mais de 2.000 metros de canais extravasores. Foram encontrados galhos, portas, tábuas, garrafas pet, latas, pedaços de pano e sacolas.Foram feitos desassoreamento e a limpeza de 900 metros de canais acumuladores, na Vila Pantanal, com a utilização de escavadeiras hidráulicas. Em outros pontos, na Vila Nova, Vila Hortência e Vila Olímpica, mais de 1.100 metros receberam a intervenção. Em alguns pontos as equipes trabalharam para melhorar a eficiência de escoamento de maneira manual e com apoio de uma máquina.

Além disso, as obras de drenagem realizadas pela gestão do prefeito Gustavo Fruet aumentaram em 80% a capacidade do rio Barigui de reter água em sua calha. Sem essas obras, os alagamentos deste sábado (07) poderiam ter sido ainda piores.