As Promotorias de Justiça de Direitos Constitucionais e da Pessoa Portadora de Deficiência da Comarca de Cascavel ingressou na última terça-feira com ação civil pública, com pedido de liminar, questionando o concurso para provimento de cargos de professor na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

As provas estão marcadas para 14,15 e 16 de outubro. O Ministério Público questiona o edital do concurso, que não previu a reserva legal de 5% das vagas para pessoas portadoras de deficiência e 10% para afrodescendentes, conforme as leis estaduais 15139/06 e 14.274/03.

As Promotorias pedem que seja elaborado novo edital que preveja a reserva legal e que as provas da próxima semana sejam suspensas. O concurso prevê a seleção de 84 professores.