enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Novas atrações

Projeto prevê aumento da linha Turismo em Curitiba

A Urbs pretende inaugurar mais uma rota da Linha Turismo para melhorar o serviço

  • Por Cláudia Palaci

A Urbs pretende inaugurar mais uma rota da Linha Turismo para melhorar o serviço. As principais reclamações dos usuários são a superlotação e atrasos nos horários dos ônibus. O circuito atual, com 25 pontos turísticos, e embarque a cada meia hora, será reformulado. Novo roteiro, ainda em estudo, contemplará atrações inéditas. A inauguração da linha dois está programada para o fim do ano, época em que o volume mensal de usuários chega a 70 mil, cerca de 40% a mais que a média normal.

Segundo a Urbs, será mantida a tarifa de R$ 27, com direito a quatro reembarques. “Haverá pontos de baldeação, sem custo, para usuário transitar entre uma linha e outra”, conta o diretor de transporte da Urbs, Antônio Carlos Araújo. O projeto prevê o aumento da frota com a compra de três novos double decks, o ônibus de vista panorâmica, com abertura superior.

Passeios

No fim de semana, usuários reclamaram do serviço. Para a Urbs, as queixas são sazonais. “O clima firme propicia o passeio e, como as pessoas priorizam o andar de cima, pode ocorrer fila de espera. A ideia é que a nova rota atenda melhor a demanda já existente”, analisa Araújo.

A Linha Turismo de Curitiba não funciona às segundas-feiras. O ponto inicial é na Praça Tiradentes, mas o passageiro pode começar o trajeto em qualquer parada. O horário de atendimento é das 9h às 17h30, a cada 30 minutos. Crianças até 5 anos não pagam tarifa.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

3 Comentários em "Projeto prevê aumento da linha Turismo em Curitiba"


Mauricio  Hogendoorn
Mauricio Hogendoorn
6 anos 11 meses atrás

A URBS/Secretaria de Turismo, poderiam implantar um “café” no mesmo espaço, onde os turistas aguardariam com conforto o próximo ônibus.

Mauricio  Hogendoorn
Mauricio Hogendoorn
6 anos 11 meses atrás

O turista fica “perdido” pois não tem a quem perguntar sobre os serviços prestados, orientação sobre museus, parques, gastronomia, etc. Além do que ficaria abrigado nos dias de tempo instável, o que é comum na nossa cidade.

Mauricio  Hogendoorn
Mauricio Hogendoorn
6 anos 11 meses atrás

Na praça Tiradentes, ponto inicial da Linha Turismo, seria interessante a construção de um “Centro de Informações Turísticas”, com funcionários bilingues e a distribuição de mapas com os pontos turísticos da cidade, nos mesmos molde de Buenos Aires,

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas