Professores de universidades públicas federais de todo País promoveram ontem um dia de paralisações e protestos. No Paraná, a Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (Apufpr) não realizou um ato unificado. Porém, em diversos campi da instituição, docentes substituíram as aulas por palestras explicativas, informativas e de conscientização aos alunos.

A mobilização dos professores é contra a reforma universitária que está sendo elaborada pelo governo federal. Segundo a categoria, a reforma está sendo proposta de cima para baixo, sem que os docentes sejam consultados ou mesmo ouvidos. ?Decidimos ir para as salas de aula, mas não para dar aulas e sim para conversar com os alunos sobre nossos problemas e reivindicações?, disse a integrante do conselho de representantes de departamentos da Apufpr, Sônia Guariza Miranda.

O protesto também é contra o Programa de Apoio e Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), que tem como propósito aumentar o número de alunos nas universidades públicas federais.