Uma procissão realizada ontem marcou a reinauguração da Igreja Nossa Senhora do Pilar, no bairro Pilarzinho, em Curitiba. Ela é considerada a segunda igreja mais antiga da cidade, depois da Igreja da Ordem. À noite, dezenas de fiéis se reuniram em frente à paróquia São Marcos, também no Pilarzinho e, carregando uma imagem de Nossa Senhora do Pilar, foram em caminhada até à igreja.

Chegando ao local, eles assistiram à uma missa, onde foi feita a entronização da imagem no altar da igreja. Depois, participaram de uma bênção seguida de uma queima de fogos. “A igreja foi fundada por famílias de imigrantes espanhóis – Nossa Senhora do Pilar é considerada a padroeira da Espanha”, comenta o responsável pela igreja, padre Francisco Panzeira. “Foi ela que deu nome ao bairro Pilarzinho”.

Construída em 1782, em alvenaria, a igreja passou por uma reforma em 1932. Há três meses, ela foi fechada para novos serviços de restauração, estando novamente aberta para receber fiéis não só do bairro onde está localizada, mas de toda Curitiba. “É grande o número de pessoas fiéis à Nossa Senhora do Pilar”, explica o padre. “Muita gente procura a igreja para rezar, pedir bênçãos e fazer agradecimentos por graças recebidas. Com a reabertura da igreja, as pessoas poderão participar de missas, que serão realizadas todas as segundas-feiras, às 15 h.”

Hoje, também como parte das comemorações de reinauguração, será realizada uma missa, às 10h da manhã, seguida de almoço festivo. A Igreja Nossa Senhora do Pilar fica na Rua São Salvador, 406.