enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Prefeitura envia conta de IPTU por engano e prejudica cidadão

Ele teve que correr atrás para provar que já tinha pago a cobrança

  • Por Pedro Menck

Algumas pessoas de Curitiba receberam uma carta cobrando o pagamento do IPTU 2013, mesmo estando com o imposto rigorosamente em dia. Foi o que aconteceu com o cirurgião dentista Bruno Cordeiro. Ele afirma que, além da burocracia e transtorno para regularizar a situação, sentiu-se constrangido com a correspondência que foi enviada a sua residência. Outro fato é que o valor cobrado em dezembro é o mesmo para pagamento à vista no começo do ano e inferior em comparação com quem escolheu parcelar.

Bruno tem 29 anos e diz que apesar de ter recebido a cobrança, fez uma consulta no site da prefeitura e não consta nada em aberto no seu nome. Mas procurou a prefeitura e soube que não passam informações por telefone. “Para resolver a situação, você tem que ir até eles com os comprovantes de pagamento ou digitalizar um por um e enviá-los por e-mail”, reclama. Sobre o valor, ele questiona o desconto oferecido para quem não paga o imposto. “Eu decidi pagar parcelado e, para minha surpresa, o valor cobrado na carta é o mesmo valor para quem escolhe pagar a vista em janeiro. Paguei as parcelas todo mês e quem não pagou nada durante o ano pode pagar um valor menor agora em dezembro, qual é a vantagem de parcelar e pagar em dia?”, questiona.

Procurada pelo Paraná Online, a prefeitura confirmou que existiram alguns casos semelhantes ao de Bruno, mas foram isolados. Segundo a administração, o motivo pode ser uma falha de comunicação entre a prefeitura e os bancos. Quem foi prejudicado por uma situação dessas precisa procurar o Departamento de Controle Financeiro com os comprovantes de pagamento para dar baixa nos títulos.

2014

Decreto assinado pelo prefeito Gustavo Fruet, publicado no Diário Oficial na última terça-feira (17), definiu que o IPTU 2014 terá reajuste de 5,77%, correspondendo à variação da inflação medida pelo IPCA acumulado nos últimos doze meses. O contribuinte que optar pelo pagamento à vista terá desconto de 6%. Quem optar pelo pagamento parcelado, poderá dividir em até dez vezes, desde que a parcela não seja inferior a R$ 10. A expectativa da Secretaria Municipal de Finanças é arrecadar R$ 485 milhões com os cerca de 600 mil carnês.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas