A pista da BR 277 interrompida em função das obras de implantação de uma nova trincheira entre os bairros Jardim das Américas e Cajuru será liberada na próxima semana. Com isso, a BR que liga Curitiba ao Litoral estará operando normalmente no feriado prolongado de 7 de Setembro. A obra está sendo feita no quilômetro 82,8 e o trânsito, no sentido Litoral/Curitiba, segue por um pequeno trecho por uma pista paralela, na própria rodovia.

Com as fundações e a concretagem concluídas nos dois sentidos da BR, as obras agora são de recomposição das últimas camadas de pavimentação para liberar o trânsito antes do feriado, quando aumenta o fluxo de veículos entre Curitiba e Litoral. As próximas etapas serão de escavação embaixo da BR e de pavimentação dos trechos das ruas Rodolfo Senff, no Jardim das Américas, e Reinaldo Issberner, no Cajuru, que serão ligadas pela nova trincheira. A previsão é que os trabalhos estejam concluídos até o fim de setembro.

Iniciadas em junho, as obras da trincheira estão sendo feitas sem o bloqueio do trânsito na BR por onde passam, segundo a concessionária Ecovia Caminho do Mar, 50 mil veículos por dia, o que exige atenção especial dos motoristas.

A nova trincheira consolida o binário de ligação entre os bairros Capão da Imbuia e Hauer. Praticamente pronto e aberto ao tráfego em toda sua extensão, o binário, de 8,6 quilômetros, representa um investimento de R$ 9,7 milhões, parcialmente financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Mão única

Com a obra, a trincheira já existente na rua Marcos Smanhotto, que hoje é mão dupla, passará a ter sentido único do Cajuru para o Jardim das Américas. A nova trincheira terá mão única no sentido inverso, do Jardim das Américas para o Cajuru.

O funcionamento de duas trincheiras em sentido único vai garantir maior fluidez ao tráfego na região. O binário Capão da Imbuia/Hauer é formado por 11 ruas por onde passam 30 linhas de ônibus, incluindo a linha Inter 2, a mais carregada da Rede Integrada de Transporte (RIT) de Curitiba.

Paralelo à antiga BR 116 – onde a Prefeitura está construindo a avenida Linha Verde – o binário, a partir do Hauer, começa na rua Julio César Ribeiro de Souza, segue pela José Rietmeyer e continua na Cel Francisco H. dos Santos, onde a Prefeitura construiu um canteiro central e mais uma pista com duas faixas de tráfego.

A partir da Cel Francisco H dos Santos, o binário continua pelas ruas Frei Rogério, Rodolfo Senff, Reinaldo Issberner – onde está sendo construída a nova trincheira – Miguel Calluf e Professor Nivaldo Braga, com acesso ao Terminal Capão da Imbuia. A volta será feita a partir da Nivaldo Braga pelas ruas Miguel Calluf, Sesinando Chaves, São Vicente Palotti, Marcos Smanhoto e, de novo, Cel Francisco H. dos Santos, José Rietmeyer e Julio César Ribeiro de Souza, até a avenida Marechal Floriano, no Hauer.

As ruas que fazem parte do binário foram totalmente revitalizadas, com nova pavimentação, pistas mais largas, calçadas novas, meio-fio, iluminação, rampas que facilitam o acesso a pessoas com deficiência e paisagismo com plantio de mais de 500 árvores.