Prefeitos dos municípios da região do Vale do Ivaí se reuniram ontem com o vice-governador, Orlando Pessuti (PMDB), para pedir ajuda na recuperação das estradas rurais danificadas com as chuvas das últimas semanas. O governo do Estado deve avaliar até segunda-feira se pode ajudar ou não. A chuva também causou estragos em Londrina. Uma tempestade com ventos fortes que caiu na cidade na última segunda-feira à noite derrubou muitas árvores, alagou algumas regiões e deixou moradores sem energia elétrica por várias horas.

?Viemos pedir que o governo do Estado ajude com o maquinário ou pelo menos com o combustível. Porque é inviável para os municípios arcar com os custos da recuperação?, explicou o presidente da Associação do Municípios do Vale do Ivaí, o prefeito de Rio Bom Moisés José de Almeida (PSDB). Segundo ele, o problema das estradas vai se agravar na próxima semana com o início das aulas. Além disso, lembrou, no final do mês começa o transporte da safra.

Almeida contou que Pessuti levou secretários e representantes de diversas pastas do governo para ouví-los. No entanto, os prefeitos foram informados que o orçamento do Estado ainda não está aberto. Por isso, não é possível liberar verbas no momento. Mas, como o principal problema está na área dos transportes, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) do Paraná deve procurar uma solução em pareceria com as prefeituras.

Londrina

Em Londrina, o dia ontem foi de limpeza. De acordo com o secretário municipal do meio ambiente, Gerson da Silva, 15 árvores caíram com a tempestade fechando ruas e derrubando fios de energia elétrica nas zonas norte e oeste da cidade. Uma árvore caiu em cima de uma casa, mas ninguém ficou ferido, e diversas ruas ficaram alagadas.