Policiais civis e militares prenderam, na manhã desta quarta-feira (27), o prefeito de Itaperuçu (Região Metropolitana de Curitiba), José de Castro França, sua esposa Cláudia Mara de Moraes França, seu filho Adnilson José de Castro França, e a secretária Marla Janice Redel, suspeito de desviar recursos da Prefeitura. A polícia cumpriu mandods de prisão expedidos pelo Tribunal de Justiça do Paraná, que acatou o pedido feito pelo Ministério Público Estadual, responsável pelas investigações.

De acordo com o MP, todos são acusados de desviar cerca de R$ 520 mil dos cofres da Prefeitura, além de serem suspeitos de organizar e ordenar o ?quebra-quebra? que destruiu o prédio da prefeitura no final do ano passado, em um suposto protesto contra a violência local. Além da acusação de desvio de dinheiro, eles ainda seriam responsáveis por ocultação de bens, intimidação através de violência, formação de quadrilha, falsidade ideológica, além de fraude em licitação, conforme levantamento do Ministério Público.

Por volta das 7h desta quarta-feira (27), os policiais civis do Grupo Tigre (Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial) e militares da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial) cumpriram os mandados de prisão contra os suspeitos. O prefeito foi encontrado em sua casa, no bairro Capinzal, em Itaperuçu. O filho e a esposa foram presos na casa que a família mantém no bairro Guaraituba, em Colombo. A secretária foi presa em sua residência, em Rio Branco do Sul.