Subiu de 11 para 14 o número de pontos considerados impróprios para banho no Litoral, de acordo com o quinto boletim de balneabilidade, divulgado ontem pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). O órgão atribuiu as variações das condições em alguns locais às chuvas no fim de semana.

Segundo o IAP, dos 90 quilômetros da costa litorânea, dois quilômetros foram classificados como inadequados para banho. Há cinco locais não recomendados aos banhistas em Matinhos, quatro nos rios de Morretes e Antonina, três em Guaratuba, um em Pontal do Paraná e outro na Ilha do Mel, em Paranaguá. O IAP alerta que tomar banho em água contaminada pode causar doenças de pele, gastrenterite e infecções nos olhos, ouvidos e garganta. Já no interior, a qualidade das águas é a melhor desde o início da temporada, já que pela primeira vez todos os pontos monitorados pelo IAP são considerados próprios para o banho.

Sinalização

A escolha dos locais leva em conta a concentração de banhistas e frequência que são usados para recreação, pois esses são mais suscetíveis à variação da qualidade da água. As análises laboratoriais são capazes de indicar a concentração de enterococcus na água no raio aproximado de 200 metros, por isso é preciso respeitar a sinalização do IAP. As bandeiras são instaladas no meio desse raio, portanto, as de cor verde indicam que a água está própria para banho 100 metros à direita e à esquerda, as de cor vermelha são impróprias na mesma distância de 100 metros.