O que era para ser um ponto turístico de Curitiba está se transformando em um espaço sujo e até perigoso para ser frequentado. A Praça 19 de Dezembro, conhecida também como Praça do Homem Nu, no centro da cidade, está virando um abrigo para mendigos, o que vem causando muita indignação dos comerciantes e taxistas que trabalham nas suas proximidades.

O proprietário de um restaurante, Aristides Pereira de Oliveira Neto, afirma que todos os dias juntam andarilhos no local. “Algumas vezes tem mais de 20 mendigos ali. Eles incomodam e sujam o lugar, pois fazem suas necessidades ali e ficam bebendo. É comum ver pessoas evitando passar pela praça porque sentem medo deles.”

O comerciante Valdemar Castilho, dono de uma lanchonete, lamenta que o local tenha chegado a esse ponto. “Nós não sabemos mais o que fazer. Quando havia uma viatura da Guarda Municipal, era uma tranquilidade só. Depois que tiraram a Guarda Municipal, virou esse inferno. Penso seriamente em vender a lanchonete”, admite.

A situação piora quando chega a noite e também nos fins de semana. De acordo com o taxista Adolfo Baes da Cruz, grupos se reúnem na praça para consumir, além do álcool, drogas. “É uma situação lamentável. Além disso, sempre acontece brigas. O pessoal do resgate tira eles dali de vez em quando, mas acabam voltando”, garante.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Defesa Social informa que não tem muito o que fazer, pois o local é público. O resgate social, segundo a assessoria, sempre passa no local, mas não pode obrigar os mendigos a irem aos abrigos. A retirada da Guarda Municipal foi por causa da instalação de uma câmera de vigilância que monitora a praça e ruas adjacentes.