enkontra.com
Fechar busca

Paraná

População do litoral reclama do transporte coletivo

Problema envolve os moradores de Pontal do Paraná e Paranaguá

  • Por Newton Almeida, Smcs

Moradores dos municípios de Pontal do Paraná e Paranaguá, no litoral do Estado, reclamam da qualidade do serviço de transporte coletivo na região. Os maiores problemas relatados são o excesso de passageiros e o pouco número de veículos nas linhas.

Ontem, ao abordar um dos ônibus que fazem a linha Pontal do Paraná-Paranaguá, a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) precisou autuar o condutor devido ao excesso de passageiros que transportava.

De acordo com a PRE, o condutor foi autuado por infringir o artigo 231, inciso 7.º, do Código Brasileiro de Trânsito. Segundo a PRE, o número de passageiros que viajavam em pé (72) excedia o limite de 46.

A polícia só liberou o veículo depois que 26 pessoas desceram do ônibus e a Viação Marumbi responsável pela administração da linha disponibilizou um veículo extra para atender aos passageiros.

A dona de casa Maria de Fátima Tussolino afirma que o excesso de passageiros é uma rotina nos ônibus da linha. Segundo ela, além do desconforto, o problema coloca em risco a segurança dos passageiros.

“Isso é uma grande falta de consideração da empresa com os passageiros. Fizemos um abaixo assinado que encaminharemos para a direção da empresa”, diz.

O diretor da Viação Graciosa, José Nolar, conta que trata-se de uma linha de perímetro urbano, sendo que os veículos têm características metropolitanas e não rodoviárias. Por tanto, ele explica que existe a possibilidade do transporte de passageiros sentados e em pé.

“Se essas características fossem alteradas, com apenas passageiros sentados, a tarifa aumentaria para viabilizar a linha”, diz. Quanto aos horários dos ônibus, Nolar afirma que foram estabelecidos horários compatíveis com a demanda.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

3 Comentários em "População do litoral reclama do transporte coletivo"


Leocádio Cunha
Leocádio Cunha
9 anos 5 dias atrás

Devemos iniciar um abaixo-assinado exigindo que outras empresas participem das licitações. Enquanto houver este monopólio, vamos continuar “enlatados”, ou “vendo a banda passar” (para a queles que pegam os ônibus na estrada). Manifestação, já!

Rafael Fernandes
Rafael Fernandes
9 anos 6 dias atrás

Enquanto continuar o monopólio de apenas uma empresa (sim, graciosa e marumbi são do mesmo dono) explorar praticamente todo transporte metropolitano do litoral, vão continuar essas latas de sardinha. E o órgão de fiscalização, existe?

Leocádio Cunha
Leocádio Cunha
9 anos 6 dias atrás

O Sr. Nolar, desconhece o seu ofício. Todas as linhas são intermunicipais. Ele nunca deve ter entrado em um dos seus ônibus. No interior de cada um deles, tem um aviso: “Linha intermunicipal, não fazemos ligação urbana”. Leocádio Cunha – Antonina/PR.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas