Londrina – A Secretaria Municipal de Obras liberou quinta-feira (dia 2) à tarde o tráfego de veículos sobre a ponte que corta o ribeirão Cafezal na estrada da Chácara São Miguel, atrás da sede do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), na região sul da cidade. A ponte, que liga a PR-445 (rodovia Celso Garcia Cid) com a Estrada da Cegonha, estava em reforma desde o dia 3 de agosto para a substituição das vigas de madeira que formavam a construção por estruturas de concreto.

Segundo o coordenador de Obras da Secretaria, o engenheiro Joaquim Wargha, a ponte, que foi construída havia 40 anos, estava com as vigas de madeira deterioradas e representava perigo para os usuários. “Na época em que foi construída, a ponte não foi projetada para suportar grandes pesos e hoje há tráfego contínuo de caminhões e grandes máquinas. As vigas já estavam no limite e corriam o risco de romper”, disse o engenheiro. A ponte, que possui cerca de 15 metros de extensão e 4 metros de largura, ganhou vigas de sustentação e piso de concreto. Os pilares existentes no local não foram substituídos, pois já eram feitos com este material. De acordo com Wargha, a reforma foi executada por funcionários da própria prefeitura, o que dispensou os procedimentos de licitação. Trabalharam na obra 12 funcionários, durante cerca de 20 dias. O custo da reforma da ponte, segundo o engenheiro, foi de cerca de R$ 48.000,00.