enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Ponta Grossa investe nas hortas comunitárias

  • Por Redação O Estado Do Paraná

Incentivar a plantação de hortas caseiras foi uma das propostas apresentadas pelo participantes do 1.º Fórum Regional do Programa Fome Zero Paraná. Essa ação foi sugerida por Eulesse Martins de Rezende, representante da União Regional Espírita de Ponta Grossa no evento. “Muitas vezes a pessoa tem o espaço necessário, mas não tem nem o conhecimento nem as ferramentas necessárias”, explica.

Eulesse propõe o desenvolvimento de um projeto que disponibilize técnicos que possam orientar os cidadãos a respeito de como preparar a terra, escolher as sementes, plantar, colher e manter as plantas. A idéia também prevê o incentivo a trocas de alimentos entre vizinhos, a doação de sementes e a utilização de terrenos baldios através de contratos de cessão do direito do uso da terra.

“Acho que também é importante trabalhar a questão da educação nutricional para que as pessoas aproveitem melhor cada alimento”, defende Eulesse. A educação alimentar faz parte do conjunto de ações estruturais propostas pela coordenação do programa Fome Zero Paraná. “Há todo um conhecimento, inclusive popular, que pode ser aproveitado nesse nosso projeto de melhorar a nutrição dos cidadãos do Paraná”, explica André Michelato, um dos membros da coordenação do programa.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas