A Polícia Militar desocupou, na manhã da última terça-feira, a Fazenda Antártica, na área rural de Marilândia do Sul, norte do Estado. As 30 famílias, que pertencem ao Movimento dos Agricultores Sem Terra, saíram de maneira pacífica e foram levadas para um local cedido pela prefeitura.

A reintegração contou com cerca de 200 policiais. Cerca de 120 pessoas estavam na área particular de 166 alqueires. Neste ano, é a segunda vez que a polícia cumpre reintegração de posse na fazenda.

Depois de 10 dias da primeira desocupação, em março, as famílias voltaram para a área e a Justiça expediu novo mandado. Há um mês, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) negocia com as famílias a saída pacífica. Na área também há, aproximadamente, 300 cabeças de gado, pertencentes ao arrendatário das terras.