Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2006 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) relativos aos indicadores da educação no Paraná apontam que o estado deverá superar o analfabetismo até 2010, de acordo com as metas estabelecidas pelo Programa Paraná Alfabetizado da Secretaria de Estado da Educação.

Conforme os números da Pnad 2006, a taxa de analfabetismo caiu de 7,87% em 2002 para 4,88% em 2006, o que significa uma redução de 38% neste período. Na comparação de absoluta o número de analfabetos caiu 11%, passando de 571 mil em 2002 para 508 mil em 2006. Outro dado positivo sobre a educação no Paraná revela que o percentual de crianças de 07 a 14 anos passou de 92,1% em 2002 para 97,9% em 2006.

?Nossa avaliação dos números da Pnad 2006, que reflete os números de 2005, é otimista. A queda na taxa de analfabetismo e do número absoluto de analfabetos aponta que a meta de superar o analfabetismo até 2010 é real e que estamos nesse caminho?, comenta o coordenados do Programa Paraná Alfabetizado, Wagner Roberto do Amaral. A Pnad é uma pesquisa por amostragem realizada anualmente e que os dados são coletados no ano anterior. Assim a Pnad 2006 é elaborada com dados do final de 2005.

Ensino superior

A Pnad 2006 revela um aumento significativo no número de estudantes freqüentando o ensino superior no Paraná. Na comparação com a Pnad 2002, a proporção cresceu de 2,99% para 3,9% do total da população. Este aumento significa que quase 100 mil estudantes passaram a estudar no ensino superior.