Já está valendo! Foram liberados nesta segunda-feira, primeiro de abril, a colheita, venda, transporte e armazenamento de pinhão. Segundo o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), a liberação ocorre apenas nesta data para proteger a reprodução da araucária, árvore símbolo do estado do Paraná.

Qual pinhão podemos comer?

A recomendação é que a semente seja colhida de pinhas que já caíram, evitando também o risco de queda ao subir numa araucária. “É importante respeitar a data estabelecida para maior probabilidade da semente estar madura, garantindo a perpetuidade da espécie e alimentação da fauna”, explica o chefe do Departamento de Fiscalização Ambiental do IAP, Ivo Good.

+Receita! Cozinha do Cadu traz a receita de um delicioso Entrevero de Pinhão. Veja!

O pinhão que apresenta cor esbranquiçada e alto teor de umidade não deve ser consumidos. Segundo o IAP, neste estado as pinhas podem estar com fungos, o que pode ser prejudicial para a saúde.

Antes do prazo gerava multa!

Quem fosse flagrado transportando ou armazenando pinhão antes do dia 1º de abril estava sujeita a responder a processos administrativo e criminal, além de receber auto de infração ambiental e multa de R$ 300,00 para cada 60 quilos de pinhão.

Torcedor do Coritiba desacordado após briga com mais de 50 pessoas em Curitiba