O Parque Nacional de Vila Velha, localizado nos Campos Gerais, vai reabrir ao público nesta sexta-feira (04). Haverá, porém, restrições como a capacidade máxima de 50% do público e demais orientações de combate ao coronavírus. Quem visitar o parque verá novidades e melhorias estruturais realizas durante os cinco meses em que o local ficou fechado por causa da pandemia.

O que mudou?

A principal mudança. segundo o governo, é a visita autoguiada, que ganhou sinalização autoexplicativa para que ninguém perca qualquer detalhe importante sobre os três atrativos naturais do Parque: os Arenitos, as Furnas e a Lagoa Dourada. Além disso, os principais pontos do Parque ganharam conexão wi-fi para que os turistas possam compartilhar imagens instantaneamente. As estruturas em Furnas e Lagoa Dourada continuam em obras.

“A visitação autoguiada é uma conquista importante, para que cada um possa curtir a natureza no seu tempo e ritmo, demorando naquilo que mais lhe interessa. Isso muda totalmente a experiência dos visitantes”, explicou Leandro Ribas, gerente-geral da Soul Vila Velha, empresa do grupo Soul Parques, responsável pela concessão do novo Parque Vila Velha.

Quanto custa?

Setembro terá o valor promocional de R$ 28. A partir de outubro, os valores dos ingressos para visita completa (Arenitos, Furnas e Lagoa Dourada, com transporte interno entre os três atrativos naturais), serão os seguintes: Morador de Ponta Grossa, R$ 28,00 (mediante apresentação de Título de Eleitor ou comprovante de residência); meia-entrada e brasileiros pagarão R$ 42,00; inteira e estrangeiros, R$ 84,00.

Serviço

O Parque ficará aberto de quarta a segunda-feira, das 9h às 17h, sendo que para fazer o passeio completo o visitante precisa chegar até 15h. Terça-feira é fechado para manutenção.