O Paraná teve 18 alunos premiados na edição 2007 da Olimpíada Brasileira de Física (OBF), evento organizado anualmente pela Sociedade Brasileira de Física (SBF) com o apoio do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). Ao todo, 614 alunos do último ano do ensino fundamental e dos três anos de ensino médio, em todo o País, receberão a premiação do concurso.

A entrega das medalhas de ouro, prata e bronze e de menções honrosas acontecerá entre os meses de março e abril deste ano, em data a ser definida pela coordenação da OBF em cada Estado.

Os estudantes premiados do Paraná receberão duas medalhas de ouro, quatro medalhas de prata, cinco de bronze e sete menções honrosas. Exatos 14.283 alunos do Estado participaram da primeira fase da olimpíada, realizada em agosto de 2007.

Em relação a 2006, o número de premiados no evento, no País, aumentou 16%. Na edição passada da olimpíada, 530 alunos foram premiados e foram distribuídas 54 medalhas de ouro, 95 de prata, 146 de bronze e 185 menções honrosas. Nesta última edição, o número de medalhas de ouro aumentou para 64, o de prata para 123, bronze para 184 e o total de menções honrosas aumentou para 243.

A OBF 2007 chegou ao final com um crescimento de 100% no número de alunos participantes. No total, participaram 129.268 alunos de 3.445 escolas de todos os estados brasileiros. Em 2006, esses números foram, respectivamente, 64.673 e 3.414. O número de estudantes que chegou à fase final do evento também cresceu, passando de 908 para 1.161.

Para o presidente da Comissão Organizadora da OBF, professor José David Vianna, o evento foi um sucesso. ?A olimpíada tem mobilizado um maior número de alunos e professores a cada ano não só pelo desafio que representa, mas pelo interesse que a Física e suas aplicações no cotidiano têm despertado a cada dia?, acredita. ?A maior divulgação do evento e a participação, pela primeira vez, de alunos do último ano do ensino fundamental também foram fatores que ajudaram a aumentar o número de inscritos?.

Nesta última edição da OBF, todos os estados e mais o Distrito Federal estiveram representados. Para David Vianna, uma das principais contribuições do evento é a divulgação da ciência. ?A OBF ajuda a despertar o interesse dos alunos e professores para a Física e a ciência em geral?, explica. ?Os professores passam a se inteirar mais sobre as questões científicas, porque passam a ser mais solicitados e exigidos pelos estudantes?.

Esse interesse tem sido despertado também com a realização de oficinas destinadas a professores e a apresentação de palestras sobre temas relacionados à Física para pais, professores e acompanhantes dos alunos que fizeram as provas.

?Nesta última edição, as oficinas aconteceram apenas em alguns estados, como São Paulo, Bahia, Amazonas e Goiás, mas diante do sucesso que tiveram, mostrando o interesse da comunidade em geral pelo assunto, pretendemos expandi-las para todos os estados na olimpíada de 2008?, diz o coordenador da OBF.

Os alunos melhor classificados na OBF 2007 farão parte de um grupo do qual serão selecionadas as equipes para representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Física (IPhO-International Physics Olympiad) e na Olimpíada Ibero-americana de Física (OIbF).