O Detran está orientando os donos de veículos sobre o pagamento de três taxas anuais. As duas primeiras são o Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) e o Seguro Obrigatório (DPVAT), que devem ser pagas a partir da semana que vem. No segundo semestre, é a vez do do Licenciamento Anual.

IPVA

Dá pra pagar à vista, com desconto de 3%, de 6 a 17 de abril. Os vencimentos variam de acordo com a placa. É possível consultar a data no site www.fazenda.pr.gov.br. O pagamento também pode ser parcelado em três vezes (abril, maio e junho). Veículos novos não podem ter o IPVA parcelado. Quem possui o veículo zero quilômetro deve pagar até 30 dias depois da emissão da nota fiscal. Pode ser pago no caixa do Detran, com o número do Renavam, ou nos bancos credenciados: Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Sicredi.

DPVAT

Vencimento é junto com o IPVA. Motos, ônibus e vans, desde que sejam usados, podem parcelar em três vezes, junto com o IPVA. A guia de recolhimento deve ser retirada no site www.dpvatsegu rodotransito.com.br/pagamento e paga no Banco do Brasil, Sicredi, Bancoob e Rendimento. As taxas variam de R$ 105,65 a R$ 396,49.

Licenciamento

A cobrança ocorre no segundo semestre. A data de vencimento varia de acordo com o dígito final da placa do veículo e pode ser consultada no site www.detran.pr.gov.br.

Para veículos com dígito final 1 e 2 o vencimento ocorre em agosto. Já para final 3, 4 e 5, em setembro. Para veículos que terminam com 6, 7 e 8 o vencimento é em outubro. 9 e 0, em novembro. Deve ser pago no Banco do Brasil ou no Sicredi.

Documento

O documento de Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) é de porte obrigatório e só é emitido após a quitação do Licenciamento e de todos os débitos, como multas e IPVA. O motorista flagrado com veículo não licenciado comete infração gravíssima. O art. 230 do Código de Trânsito Brasileiro prevê multa de R$ 191,54, sete pontos na carteira e apreensão do veículo.