A Polícia Militar do Paraná divulgou o esquema de segurança da Operação Verão Paraná 2014/2015 que contará com 2.895 militares estaduais (sendo 1929 policiais militares e 966 bombeiros) que atuarão nas costas Leste e Oeste, no Paraná. Além do capital humano, será disponibilizado dezenas de viaturas e motos, além de módulos móveis e os Caminhões de Comando e Controle (para monitoramento), entre outros equipamentos.

“Isso tudo é para que a população litorânea e flutuante possa ser bem atendida nesta temporada, afinal quem não quer praia, sol e calor? No entanto, tem que ser com segurança pública e isso é por nossa conta, mas não esqueça também da sua responsabilidade”, declara o Comandante-Geral da Polícia Militar do Paraná, coronel César Vinícius Kogut.

Todas pessoas que viajarem ao litoral ou para outras regiões do Estado vão encontrar, nos mais de 12 mil quilômetros de rodovias estaduais, policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) realizando fiscalizações com radares fotográficos e bafômetros, além orientações em relação às questões de segurança do veículo e das pessoas que o utilizam.

Ao chegar no litoral, os veranistas encontrarão nos mais diversos pontos viaturas policiais, recentemente adquiridas pelo Governo do Estado, que farão policiamento presença, patrulhamento ostensivo e repressivo, abordagens e orientações. Na orla marítima, os policiais circularão motorizados, a pé, de motocicletas e bicicletas para proteger as pessoas que por ali passeiam.

Na areia, além do sol e do mar, os pais encontrarão duplas de policiais que distribuirão pulseirinhas para as crianças, nas quais serão colocados o nome dos pequenos e o telefone de um responsável. Além da pulseirinha, o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar estará em toda a extensão do litoral com 99 postos guarda-vidas, equipamentos e com guarda-vidas para evitar afogamentos e desaparecimentos.

Para apoiar o Corpo de Bombeiros e o efetivo da Polícia Militar, o Batalhão de Operação Policiais Militares Aéreas – antigo Grupamento Aero-Policial Resgate (Graer) – disponibilizará helicóptero que realizarão trabalhos que vão desde fiscalização e patrulhamento aéreo até resgate de vítimas de trânsito e afogamento. Os bombeiros também contarão com motocicletas, lanchas, barcos infláveis, ambulâncias, moto-aquáticas entre outros para melhor atender a população.

As unidades especializadas da PM como o Batalhão de Operações Especiais (BOPE), a Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), o Regimento de Polícia Montada (RPMon) e a Ação Integrada de Fiscalização Urbana, além do Serviço Reservado, também realizarão ações específicas e operação pontuais. “Teremos em momentos específicos operações de reforço e ações preventivas para contribuir com as ações diárias”, disse o major.