enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Óleo e metanol vazam na BR-277

  • Por Jornalista Externo

Um vazamento de metanol, no fim da tarde de quarta-feira, no quilômetro 44 da BR-277, na pista de subida, foi contido pela concessionária Ecovia. A concessionária detectou o vazamento de pequenas proporções de um caminhão que estava parado na estrada. O veículo levava 25 mil litros do combustível.

Segundo o chefe regional do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) no litoral, Sebastião Carvalho, o metanol se espalhou somente no asfalto. O vazamento foi causado pelo aumento da pressão do tanque de combustível. Os funcionários da concessionária conseguiram recolher o produto em galões. O veículo seguiu viagem depois de ter o tanque vedado.

O metanol é um líquido incolor, volátil, com odor alcoólico levente adocicado e, se absorvido, pode provocar distúrbios visuais, sensações de calor, fadiga, dor de cabeça, náuseas e vômitos.

No mesmo momento, outro vazamento, no quilômetro 41, estava sendo acompanhado pelos técnicos do IAP. Um caminhão que continha óleo vegetal se envolveu em um acidente e houve vazamento do produto, que saiu da pista e atingiu o Córrego Águas Claras. O IAP estima que mil litros de óleo se espalharam. Os técnicos estão acompanhando a recuperação da área. Carvalho explica que o trabalho consiste em retirar as manchas de óleo. Se chover, há chances de que novas manchas apareçam no córrego.

O laudo que comprova se houve a contaminação está sendo formulado pelo laboratório do IAP. Se for comprovada a contaminação, a empresa será multada.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas