Luiz Costa/SMCS
Luiz Costa/SMCS

A Ópera de Arame teve um aumento de 257% de visitação neste janeiro.

Os parques e atrações turísticas de Curitiba recebem neste mês o maior número de visitantes do ano. A Ópera de Arame, que a cada ano recebe, em média, 1.300 visitantes por dia, teve um aumento de 257% na média de visitação neste janeiro. Nos primeiros nove dias de 2008, a Ópera recebeu 41.835 visitantes, uma média de 4.648 por dia. "Com seus parques e praças floridos e conservados, Curitiba é um agradável passeio no verão", diz o presidente do Instituto Municipal do Turismo, Luiz de Carvalho.

"Além da beleza, uma vantagem é que o acesso a parques, praças e locais como a Ópera de Arame é gratuito", disse Sônia Maria Amaral, de Sorocaba, que visitou a Ópera nesta quinta-feira (10), na companhia do marido e de dois netos.

Sônia, que morou em Curitiba na segunda metade de 1950, veio visitar a cidade pela quarta vez. "Gostei da limpeza urbana e dos cuidados ecológicos", disse. Em São Paulo, ela dirige um grupo teatral da terceira idade que está encenando uma peça que tem o meio ambiente como tema. A personagem principal é um urubu, que sobrevoa o Brasil e fala da degradação urbana que o país poderá viver nos próximos 50 anos. "Curitiba é mencionada na peça como exemplo brasileiro de preservação ecológica."

A neta de Sônia, Mayara, que visitou a cidade pela primeira vez na companhia do irmão Lucas, disse que escolheu Curitiba como novo endereço a partir deste ano, quando pretende se matricular num cursinho preparatório para o vestibular de arquitetura. "A cidade respira o verde, é bonita e interessante para o lançamento de projetos que unam modernidade à tradição e à ecologia", afirmou Mayara.

O engenheiro carioca Marcos Jerônimo Machado e os filhos Thaís e Saulo, que também visitaram a Ópera nesta quinta-feira, elogiaram a hospitalidade curitibana. "Venho à cidade a serviço regularmente, mas é a primeira vez que trago os filhos para três dias de descanso. Fomos muito bem acolhidos. Também chama a atenção a arborização em toda a cidade", disse.

Outro dado que confirma o aumento do turismo em janeiro é o número de embarques da Linha Turismo, um ônibus jardineira que percorre os pontos turísticos da cidade. No ano passado, a Linha Turismo teve uma média de 23.763 embarques por mês. No mês de janeiro de 2007, foram 47.567 embarques.

A uruguaia Alejandra Cabreras, guia de turismo em Montevidéu, usou a Linha Turismo para visitar o Jardim Botânico nesta quinta-feira, com o marido Javier e o filho Santiago. "O exemplo curitibano de parques amplos, ciclovias e transporte urbano de qualidade foi copiado pela administração de Montevidéu nos últimos seis anos", disse Alejandra.