Maria Olívia da Silva, 127 anos, a mulher mais velha do Brasil, também se tornou uma das vítimas do caos previdenciário. Esta moradora de Astorga, pequena cidade do noroeste do Paraná, teve uma surpresa esta semana quando o filho foi até o banco retirar o benefício: não havia nenhum depósito do INSS. A conta vazia deixou revoltado Aparecido Honório da Silva, o caçula da aposentada, de 61 anos. A justificativa dada pela Previdência foi falta de recadastramento, mas ele garante que fez o procedimento. ?Fiz o recadastramento a tempo; isso foi falha do INSS?, desabafou. O extrato, zerado, mostra a falta que o benefício vai fazer este mês.

Dona Maria Olívia, apesar de cansada pela idade, ainda conhece o significado da palavra indignação. ?Onde está meu dinheiro? Com quem ficou??, pergunta, dizendo preocupar-se todos os dias com a morte por causa dos três filhos que ainda lhe restam vivos – ela tinha 14. Agora, Aparecido terá de tentar resolver o equívoco junto à Previdência. Até lá, porém, ainda não sabe como dará conta de comprar os mantimentos para a mãe.