O Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR) emitiu uma recomendação para que as cabines, câmaras e túneis de desinfecção sejam interditadas em todo o estado. As estruturas têm sido instaladas em várias cidades no Paraná, com o intuito de descontaminar as roupas das pessoas do coronavírus.

LEIA TAMBÉM Restaurantes, lanchonetes e mercados: como fica o funcionamento em Curitiba com as regras do novo decreto?

Em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, há quatro cabines em funcionamento na cidade. Segundo informações da prefeitura, os produtos químicos utilizados nos equipamentos não fazem mal à saúde.

Porém, de acordo com o MPT-PR, um alerta emitido pelo Conselho Federal de Medicina chamou atenção para o risco de lesões respiratórias, oculares, alérgicas e dérmicas pelo contato com os produtos químico supostamente utilizados nos equipamentos. A nota também aponta pela inexistência de comprovação científica em relação à eficácia das estruturas.

Segundo o MPT-PR, o não acatamento da recomendação sujeitará os responsáveis pela administração dos municípios às penas previstas em lei.