O Ministério Público do Paraná e o Ministério Público Federal encaminharam nesta semana requisição à Polícia Federal para que instaure inquérito policial para investigar a mortandade de peixes na região de Paranaguá.

Os MPs entendem a necessidade de uma investigação urgente a propósito do problema, “considerando as notícias contraditórias acerca das possíveis causas, bem como o adiamento, ainda não bem esclarecido, de suposto laudo realizado na área”.

O MP-PR é representado pelo promotor de Justiça Sérgio Luiz Cordoni, do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Proteção do Meio Ambiente, e o MPF pelo procurador da República Alessandro José Fernandes de Oliveira.