Em reunião realizada ontem, em Curitiba, a Promotoria de Investigação Criminal (PIC), a Polícia Militar e a Polícia Civil decidiram fazer operações conjuntas para combater o uso de máquinas de videoloteria off-line (caça-níqueis) em todo o Estado. Coordenada pela PIC, a operação deverá ser feita por policiais e promotores de todo o Paraná. Ainda está semana deve ter início o processo de lacrar casas de bingo que estão trabalhando com as máquinas. Caça-níqueis encontrados em bares, restaurantes lanchonetes ou similares serão apreendidos em cumprimento aos decretos do governador Roberto Requião (PMDB), que proíbem o jogo de bingo e de videoloteria em todo o Estado.

No último sábado, uma operação conjunta lacrou nove casas de bingo na capital. No Kennedy Center Bingo, Vila Guaíra, a lacração imposta pelo Ministério Público não foi respeitada e logo após a saída dos policiais o bingo reabriu. Todavia, ontem a casa permaneceu fechada.

Conforme o advogado do Sindicato das Empresas Administradoras de Bingo do Paraná (Sindibingo), Luiz Fernando Pereira, a ação do Kennedy foi isolada, já que os demais bingos aceitaram a determinação do MP. Ele disse que o sindicato continua lutando judicialmente pelo direito de manter as casas abertas. “O ato de lacrar os bingos que já estavam fechados foi apenas a criação de um fato a ser vinculado pela imprensa”, criticou Pereira.