Todo motorista do transporte coletivo precisa de um curso específico para trabalhar e a formação deve ser atualizada a cada cinco anos. Se perder o prazo, corre risco de perder o emprego. Só que Aparecido Saraiva Nogueira, que trabalha como motorista de ônibus em Curitiba, apesar de ter feito o curso há cinco anos, terá que refazê-lo porque o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) não encontra o registro do curso dele.

O problema começou há dois meses, quando ele foi até o Detran-PR para dar entrada no processo de reciclagem. “É como se eu não tivesse feito, mas eu tenho o registro e a documentação, tanto que estou trabalhando”, afirma. Ele alega que não conseguiu mais informações no órgão e foi aconselhado pelos atendentes a fazer um novo curso. O motorista até transferiu a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de São Paulo para o Paraná, com objetivo de facilitar o processo.

Nas empresas que ofertam estas aulas, Nogueira soube que outros motoristas enfrentam o mesmo problema, já que haveria problemas com os registros de quem fez o curso entre o final de 2006 e o início de 2007. “Perdi a conta de quantas vezes fui até lá para tentar resolver a situação. As informações são vagas. Tenho o documento que utilizo todos os dias. Só que eu não posso ficar mais esperando e não tive escolha. Já agendei para fazer o curso, o mesmo que eu fiz há cinco anos, a partir da semana que vem”, comenta. Além do custo não programado, Nogueira vai ter que dar um jeito na agenda para frequentar as aulas do curso, durante uma semana, quase o dia todo. Já a reciclagem dura um final de semana.

Nada consta

O Detran-PR informou que a capacitação de Nogueira não consta em seu sistema. Para solucionar o caso, o órgão aconselha o motorista a levar o certificado do curso, no qual há a data da capacitação e o prazo para a reciclagem. Nogueira lamentou não ter recebido esta informação antes. Como já agendou o curso para iniciar na segunda-feira, não pode mais cancelar a matrícula, já que o procedimento precisaria ser feito três dias úteis antes do início das aulas. O trâmite normal para quem vai fazer o curso ou a reciclagem é procurar o Detran-PR, que encaminha o candidato para empresas credenciadas que ofertam a capacitação. Mas também é possível ir diretamente a estes locais.