O alto risco de acidentes preocupa os moradores da Rua Carmelitas, na esquina da via Napoleão Laureano, no bairro Boqueirão, em Curitiba. Neste cruzamento ocorreram diversos atropelamentos e quatro pessoas já morreram. A população reivindica a instalação de um semáforo entre as vias.

De acordo com o encarregado de manutenção Diogo Alex de Lima, que mora em uma casa na esquina do cruzamento, os motoristas não respeitam os limites de velocidade, o que coloca em risco a vida das pessoas que trafegam pela via. "O pior é que três escolas estão instaladas nas proximidades e as crianças precisam correr entre os carros para cruzar a rua", falou.

A aposentada Dorvalina Prestes dos Santos também confirma o problema e diz que várias vezes teve o muro da casa danificado pelos acidentes. "Durante a madrugada, isso aqui fica pior ainda, porque os carros passam correndo e nem param na esquina", disse.

A dona de casa Filomena Jes informou que os moradores já entregaram um abaixo-assinado para a Prefeitura, solicitando a instalação de um semáforo, mas o pedido não foi atendido. Ela ressalta que as duas vias também abrigam linhas de ônibus, o que causa ainda mais transtornos. A aposentada Maria Mendes Holanda diz que o problema ocorre há mais de quinze anos, e somente o equipamento eletrônico poderia trazer maior tranqüilidade para os pedestres.

Instalação

A gerente de engenharia de trânsito da Urbs, Rosângela Basttistella, disse que até março de 2005 o semáforo será instalado nesse cruzamento. Segundo ela, o volume de tráfego na região não atende a necessidade do equipamento – que seria um tráfego de 1,5 mil veículos por hora -, mas devido ao grande número de acidentes, a Urbs irá atender o pedido dos moradores. A gerente falou que o semáforo terá um tempo curto de parada – cerca de 30 segundos – para não travar o trânsito, mas deverá resolver o problema.