O Ministério Público Federal (MPF) vai investigar se houve violações de direitos humanos, por parte do governo estadual, na repressão à manifestação dos servidores no dia 29 de abril. Se for comprovado que houve abuso, a procuradoria pode processar o Estado. A apuração será comandada pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão.

A repressão também está sendo apurada em pelo menos outras três frentes. A Polícia Militar abriu inquérito pra investigar excessos. A Polícia Civil também instalou procedimento interno. E o Ministério Público do Paraná está em fase de coleta de depoimentos.

De acordo com nota divulgada pela procuradoria, as cenas de violência foram “incompatíveis com a noção de Estado Democrático de Direito”. O trabalho de investigação começará imediatamente.