A Rua 24 Horas reabriu em novembro do ano passado, mas muitos ainda desconhecem o funcionamento do local. O comércio já não abre 24 horas, como na inauguração, há 20 anos. As lojas atendem entre 9h e 22h, oferecendo opções de presentes, de cosméticos, chocolates, revistas, livros e gastronomia. Lojistas e a administração da Rua 24 Horas tentam agora reintegrar o ponto turístico na rotina da cidade.

O local ficou fechado por quatro anos e foi reformado. “Viemos para o centro e sugeri passar pela Rua 24 Horas. Não tinha vindo ainda depois da reforma. Eu sabia da reabertura. Só que meu marido ainda me questionou se a rua estava aberta”, conta Giane Ribeiro, que passou pela Rua 24 Horas no sábado com o esposo Gerson.

Bom público

Os proprietários de lojas acreditam que o esquecimento é resultado do período longo em que a rua ficou fechada e da falta de divulgação. “Você comenta que tem a loja na Rua 24 Horas e muitas pessoas perguntam se está aberta. A rua tem recebido bom público, principalmente nos dias de semana, por causa dos prédios comerciais na região”, comenta Luiz Alberto Mazanek, da Associação dos Lojistas da Rua do Comércio 24 Horas.

Veja na galeria de fotos a Rua 24 Horas.