Uma fatalidade tirou a vida de André Gustavo Vieira, 9 anos, na noite de terça-feira, na BR-116 (Contorno Leste), Ganchinho. O menino, que brincava com um amigo, invadiu a rodovia ao correr atrás de uma pipa, e foi atingido pelo Meriva placa ARN-2833, no quilômetro 111. Em sete meses, é o segundo caso de criança que morreu atropelada ao correr atrás de pipa, na BR-116.

De acordo com testemunhas, André não se deu conta que entrava na pista. A motorista, que não teve o nome divulgado, parou para prestar atendimento à vítima, mas o menino teve morte instantânea. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) não houve registro de embriaguez ou qualquer irregularidade com a condutora. Um morador que acompanhava o recolhimento do corpo pelo Instituto Médico-Legal (IML) disse que André morava há menos de duas quadras de onde foi atropelado.

Repetição

Em 8 de setembro, Felipe Barboza Muniz, 12, morreu de maneira semelhante, no quilômetro 598 da rodovia (Contorno Sul). Ele correu atrás de uma pipa e foi colhido por um Gol. O menino foi arremessado a mais de 50 metros e morreu na hora. O veículo tombou no canteiro central.