Agentes da Diretoria de Trânsito (Diretran) da Urbs, Urbanização de Curitiba S/A iniciaram nesta quarta-feira (5) o trabalho de orientação a motoristas para utilização das novas vagas do Estacionamento Regulamentado (EstaR) na região do entorno do Mercado Municipal. São 142 vagas em trechos das avenidas Visconde de Guarapuava e Presidente Affonso Camargo; e das ruas da Paz, Nilo Cairo e Ubaldino do Amaral.

Do total de vagas, 114 são de estacionamento por no máximo duas horas; sete de parada livre com pisca alerta de 15 minutos; cinco para pessoas com deficiência e dez para idosos além de vagas para motos, embarque e desembarque e carga e descarga.

O trabalho de orientação será feito durante uma semana. A partir de quarta-feira da semana que vem, dia 12, será necessário o uso do cartão do EstaR para ocupar as novas vagas. O usuário não deverá raspar o campo Ano nos cartões do EstaR. Os cartões que não foram utilizados em 2010 poderão ser usados agora desde que o ano não esteja raspado.

O cartão custa R$ 1,00 a hora e pode ser adquirido em 53 endereços da cidade e na Urbs – nas unidades na Rodoferroviária, Rua da Cidadania da Matriz e Benjamin Constant,157, Centro. A relação dos endereços para compra de cartão do EstaR está no Guia de Serviços no site www.urbs.curitiba.pr.gov.br.

Melhorias – A implantação das vagas faz parte de um projeto de melhoria do trânsito na região que começou a ser implantado ainda no ano passado, com a proibição de estacionamento nas ruas Mariano Torres e Ubaldino do Amaral, melhorando o fluxo do trânsito em todo o entorno.

Também incluiu a criação de vagas na Sete de Setembro, nesta mesma região, e a proibição de conversão á esquerda da Sete de Setembro para a Mariano Torres, aumentando a segurança de motoristas e pedestres; e ainda a inversão de sentido da Sete de Setembro, entre a trincheira da Ubaldino do Amaral e General Carneiro, feita em dezembro. Este trecho passou a ter o mesmo sentido do restante da faixa, da Ubaldino para a General Carneiro.

No cruzamento da Rua da Paz com a Sete de Setembro foi implantado um semáforo, melhorando o acesso para a rua José de Alencar onde, no cruzamento com a Sete, foi instalado um radar para fiscalização eletrônica de velocidade. Neste trecho, onde a velocidade máxima é de 40km/h a ocorrência de acidentes era quase diária. Desde que o radar foi implantado, em meados do ano passado, não houve mais registro de acidentes na curva em que a Sete de Setembro se liga à José de Alencar.

Rotatividade – O EstaR, agora implantado em mais 142 vagas democratiza o uso do espaço ao garantir a rotatividade de estacionamento. O sistema foi implantado há mais de 30 anos e, atualmente, a cidade tem 12.424 vagas de EstaR, sendo 3,3 mil delas de não pagantes (ambulâncias, carga e descarga, 15 minutos livre com pisca ligado, etc). As vagas de EstaR estão em 120 ruas e 651 faces de quadras.

Utilizar uma vaga de EstaR sem o cartão é infração leve, passível de multa, atualmente em R$ 53,20, e com perda de três pontos na carteira que, em Curitiba pode ser evitada com a regularização do EstaR antes que o aviso de infração se transforme em multa.

Para isso, é preciso fazer o pagamento de uma taxa de R$ 10,00 no prazo de cinco dias corridos a partir da data do aviso de infração. A regularização é uma forma de conscientização do motorista que, ao fazer o pagamento de R$ 10,00 ganha um talão com nove cartões de uma hora – um fica retido como pagamento da vaga que ele usou sem cartão.

A regularização pode ser feita nos postos da Urbs – na Rodoferroviária, na Benjamin Constant, 157, Centro; e na Rua da Cidadania da Matriz e, ainda, pela internet no site www.urbs.curitiba.pr.gov.br.

Pela internet, é preciso esperar 48 horas a partir do recebimento do aviso, tempo necessário para inserção dos dados no sistema. A partir daí, o motorista tem três dias para fazer o pagamento em banco o que, além de impedir que ele receba uma multa, lhe dará um crédito para retirar o talão com nove folhas nos postos da Urbs. O custo é o mesmo – R$ 10,00 – mais a taxa bancária por emissão de boleto, de R$ 1,50.