Foto: Antonio Comin Júnior/Divulgação

Bióloga diz ser comum presença desses animais no Estado.

Foi encontrado ontem de manhã nas areias de Guaratuba, litoral do Estado, um lobo-marinho. O animal foi capturado pela Polícia Florestal e encaminhado para o Centro de Estudos do Mar (CEM) da Universidade Federal do Paraná, em Pontal do Sul. Serão feitos exames para avaliar o estado de saúde, mas o bicho aparenta estar bem. Deve ficar no CEM por pelo menos cinco dias até estar pronto para voltar ao mar.

Segundo a bióloga Márcia Regina Oliveira, é comum a presença desses animais no litoral paranaense. Quando chega o inverno, eles deixam a colônia de reprodução, que fica no litoral do Uruguai, seguindo os peixes que vem em busca dos nutrientes trazidos pela corrente marinha. Costumam chegar até o Rio de Janeiro. Quando o verão se aproxima, retornam para se reproduzir.

O animal capturado, de 90 centímetros, já estava sendo visto na costa paranaense desde o dia 11 de junho. Eles nadam em bandos de até 20 animais ou ficam vagando sozinhos. Quando estão próximos da costa, chegam até a areia em busca de descanso. Porém, podem procurar a praia também quando estão debilitados ou doentes.

O lobo-marinho capturado estava magro, mas por ainda ser juvenil é considerado natural. Ele também apresentava um ferimento em um dos olhos, que pode ter sido provocado por redes de pesca. Serão feitos exames para detectar a causa do problema. No entanto, de um modo geral, o bicho aparentava ter bom estado de saúde.

No centro de reabilitação, ficará isolado para aliviar o estresse que sofreu quando foi capturado. Deve permanecer lá por pelo menos cinco dias. A bióloga diz que não é possível fazer visitas ao animal porque ele está se preparando para voltar à natureza e terá apenas contato com o seu tratador.

Márcia explica também que o lobo-marinho será solto longe da costa para que não volte a descansar na areia. Se não corre o risco de encontrar outras pessoas, que tentarão salvá-lo mais uma vez, mesmo sem necessidade. ?Depois que ele descansa, segue seu caminho?, fala.