No litoral, a lei estadual antifumo tem sido cumprida com regularidade, na avaliação da vigilância em saúde estadual. Além da fiscalização que deve ocorrer habitualmente pela Vigilância Sanitária de cada município, o cumprimento à lei é um dos requisitos vistoriados pela Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) durante a Operação Viva o Verão.

Das 32 Aifus realizadas até agora durante a temporada, no litoral, a fiscalização passou por 628 estabelecimentos e apenas três foram notificados por causa de irregularidades em relação à lei antifumo.

“Os empresários têm colaborado. A maioria dos locais possui cartazes informativos e a lei foi incorporada pelos próprios consumidores, que a rigor têm respeitado a legislação”, afirma o chefe da vigilância em saúde da 1.ª Regional de Saúde, Diovaldo Almeida.

A lei antifumo do Paraná, em vigência desde novembro de 2009, proíbe o fumo em locais fechados, como restaurantes, bares, casas noturnas e extingue os fumódromos.