O presidente do Tribunal de Alçada, Josué Duarte Medeiros, empossou, ontem, o mais novo juiz promovido ao Tribunal, Paulo Cezar Bellio, em solenidade no gabinete da presidência. Juiz da 2.ª Vara de Execuções Penais e do Tribunal Regional Eleitoral, Bellio atua há 25 anos na magistratura. Duarte Medeiros elogiou a carreira do juiz, pela sua trajetória em comarcas e áreas complexas.

Em seu discurso de posse, Bellio (foto) disse que a proposta de controle externo do Judiciário “não nos intimada”, desde que “não interfira na consciência do juiz e na sua independência ao dizer o direito”. Ele lembrou as palavras do jurista Dalmo Dallari, em sua obra “O Poder dos Juízes”, para reforçar o seu conceito: “Longe de ser privilégio para juízes, a independência da magistratura é necessária para o povo, que precisa de juízes imparciais para a harmonização pacífica e justa dos conflitos de direitos. A rigor, pode-se afirmar que os juízes têm a obrigação de defender a sua independência”.