Ciciro Back
Protesto pela morte de Suzana pedia o fim da violência.

Amigos e familiares da jovem Suzana de Abreu Szacowfki, que foi encontrada morta na manhã do último dia 15, no Novo Mundo, protestaram no sábado pedindo Justiça e o fim da violência na região. Trajando camisetas com a inscrição ?Su, te amamos? e uma foto da jovem, eles caminharam pela Avenida Brasília até o local onde o corpo foi encontrado, na esquina com a Rua Adalberto Scherer. Suzana, que voltava de uma festa temática (festa do pijama), foi morta a golpes de paralelepípedo e localizada apenas vestindo a blusa do pijama.

De acordo com um dos idealizadores da manifestação, Flávio Pimentel, a morte de Suzana causou muita comoção na família. ?Ela era a caçula de uma família de quatro mulheres?, disse. Segundo ele, a violência na região está aumentando. ?Há cerca de quatro meses morreu por aqui um rapaz que reagiu a um assalto quando chegava em casa com a namorada?, contou.

Flávio considera estranho que os amigos de Suzana, que estavam com ela na festa, não compareceram ao protesto. ?Nem no velório eles apareceram?, disse. Ao fim da caminhada, os manifestantes depositaram flores no local onde a jovem foi encontrada.