enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Jornal O Estado do Paraná comemora 57 anos

  • Por Jornalista Externo

O jornal O Estado do Paraná completa hoje 57 anos. Desde a primeira edição, no dia 17 de julho de 1951, o periódico passou por muitas mudanças, desde as reformas gráficas até as que se referem ao aperfeiçoamento na interpretação da notícia.

O jornal também enfrentou vários desafios, mas sempre priorizando a opinião de seu principal foco: o leitor.

Na edição de hoje, O Estado traz resumos de reportagens publicadas no dia 17 de julho de 1951, em suas respectivas editorias.

O jornal foi fundado pelos sócios Fernando Afonso Alves de Camargo e Aristides Merhy. Na época, os jornalistas trabalhavam na Rua Barão do Rio Branco, no centro. Hoje, a Redação funciona no bairro Vista Alegre, juntamente com a equipe da Tribuna do Paraná.

De lá para cá, foram muitas as mudanças, mas como afirma o presidente da Editora O Estado do Paraná, Paulo Pimentel, o periódico continua com a mesma força daquela época, momento em que a ditadura militar se tornou o principal percalço para o bom andamento da imprensa.

?Apesar de toda a modernidade, continuamos fortes. E o segredo dessa longevidade é a competência, não só da direção do jornal, mas também dos jornalistas que aqui atuam?, diz Pimentel.

O presidente do GPP afirmou ainda que, apesar do tempo de vida, o jornal O Estado do Paraná mant[em firmemente o seu principal papel. ?Mesmo sofrendo a hostilidade do poder público, O Estado continua sendo o grande formador de opinião no Paraná?, afirma.

A diretora geral da Editora O Estado do Paraná, Vera Lúcia Pimentel, afirma que o jornal cresceu 7% no ano passado. Ela diz que o periódico está entrando na tendência do jornalismo mundial em aliar a informação do veículo impresso com a internet. Na última terça-feira, foi lançado o novo projeto do portal do GPP, o Paraná-Online. Essa união pode ser considerada um marco.

?Isto está dentro do futuro dos jornais. Sem a internet, os jornais não terão o mesmo desempenho. E nós estamos entrando nessa tendência. A internet vai balizar as matérias do jornal. Dependendo do número de acessos no site, aquele assunto será mais trabalhado pelo jornal?, comenta.

Para Paulo Pimentel, acompanhar a evolução tecnológica e priorizar as exigências do leitor são os principais ideais da editora. ?O jornal não é apenas um fornecedor de notícias, o leitor tem que gostar de ler, e por isso as notícias devem ser cada vez mais interpretativas e curtas. Mas sempre com qualidade, levando educação ao leitor?, diz.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas