Programa Grãos de Luz e Griô, o grande vencedor.

O programa Grãos de Luz e Griô, da Associação Grãos de Luz, da cidade de Lençóis, na Bahia, foi o vencedor do prêmio Itaú-Unicef-Educação e Participação 2003, divulgado segunda-feira, em São Paulo, numa cerimônia apresentada pela embaixadora do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Brasil, Daniela Mercury, e pelo atores Douglas Silva e Darlan Cunha, o Laranjinha e o Acerola do seriado Cidade dos Homens.

Para o presidente do Itaú e da Fundação Itaú Social, Roberto Egídio Setúbal, todos os trinta projetos finalistas são ganhadores. Entre eles, o Circo da Alegria, da Associação de Pais e Mestres da Escola Municipal Anita Garibaldi, de Toledo, com um diploma de menção honrosa.

Foram distribuídos R$ 390 mil em prêmios: R$ 100 mil para o primeiro; o segundo, o projeto Formação de Agentes de Desenvolvimento Local, de Glória de Goitá, em Pernambuco, recebeu R$ 70 mil: e o Poty Reñoi, de Caarapó (MS), ganhou R$ 50 mil.

Mesmo tendo confiança na qualidade do trabalho de sua organização não-governamental (ONG), a coordenadora do Grãos de Luz e Griô, Lilian Pacheco, disse ter ficado surpresa com o resultado. O projeto acontece na zona rural da cidade de Lençóis, sua metodologia se apóia num personagem da cultura africana – O Velho Griô -que, na versão baiana visita crianças das escolas públicas, contando e ouvindo histórias que valorizam as raízes da cultura afro-indígena.

Circo de Toledo, um dos destaques

A menção honrosa do Circo da Alegria representou uma colocação entre os vinte primeiros projetos num universo de 1.834 inscritos em todo Brasil. Além disso, segundo o coordenadora da ONG, Tânia Regina Piazetta, um incentivo ao trabalho de valorização da cidadania junto aos estudantes no contraturno escolar. Num barracão de concreto no formato de uma lona de circo, crianças de 3 a 16 anos aprendem técnicas de contorcionismo, malabarismo, palhaço, acrobacias de solo, equilibrismo, etc. A intenção é conseguir recursos para comprar equipamentos e em breve implementar técnicas de acrobacias aéreas, como trapézio, por exemplo. Informações pelo telefone (47) 277-2182 ou na Rua Felix da Cunha, 659, Jardim Europa, Toledo. (LM)